ENTREVISTA: MARIA BOTELHO MONIZ - Mais Notícias | Atualidade, entretenimento
ENTREVISTA: MARIA BOTELHO MONIZ

ENTREVISTA: MARIA BOTELHO MONIZ

Partilha


Maria Botelho Moniz é atriz, apresentadora e uma "miúda porreira" (como se descreve no facebook). Já participou em novelas, passando, mais tarde, para apresentadora. Apresentou o 'Curto Circuito' na Sic Radical e mais recentemente substituiu a Andreia Rodrigues no 'Grande Tarde' e Rita Ferro Rodrigues no 'Juntos à Tarde'. Maria Botelho Moniz gosta de ver séries em casa e promete que estará a preparar um projecto da própria autoria.





1. Olá Maria Botelho Moniz. Antes de mais um obrigado por esta entrevista. E começo pelo início da carreira. Quando surgiu a vontade de seres atriz?
Desde pequena que quis trabalhar como actriz mesmo quando não sabia que isso era uma profissão. Apenas sabia que gostava de fazer vozes, interpretar personagens e fazer as pessoas rir. Entreter, no fundo.



1. E o que fizeste para seguir esse teu sonho?
Quando terminei o secundário fiz audições para um conservatório nos Estados Unidos e entrei com uma bolsa. Fui para lá estudar com 18 anos e foi lá que me formei como actriz.



1. Como já participaste em várias novelas, qual foi para ti o trabalho mais importante, isto é, o que te marcou mais?
Acho que a novela 'Podia Acabar o Mundo', da SIC, teria de ser a minha escolha. Foi a minha primeira experiência em novela e não podia ter tido personagem mais desafiante para interpretar numa primeira viagem televisiva.



1. Qual é o teu maior sonho de carreira enquanto atriz?
Isso é sempre ingrato de responder porque o teu maior sonho raramente se concretiza. Podes chegar perto ou encontrar outras coisas que te preencham igualmente mas é difícil atingires aquele sonho de criança de trabalhar em Hollywood ou fazer parte do elenco da tua serie preferida. Mas se me deixarem sonhar alto, então respondo que amava trabalhar na Netflix ou na HBO.



1. E como foi a passagem da Maria atriz para a Maria apresentadora? 
Foi por necessidade, estava sem trabalho como atriz e precisava de trabalhar por isso candidatei-me ao casting do Curto Circuito apenas para “aparecer no ecrã” e relembrar as pessoas que existia. Mas acabei por ganhar o casting…!



(Créditos: Move Notícias)


1. No entanto, participas-te no CC Casting acabando por ser a vencedora. Como reagiste à notícia?
Fiquei muito feliz. Muito surpreendida comigo mesma porque nunca tinha imaginado que podia ter uma carreira como apresentadora. Fiquei ansiosa também porque não sabia o que isso quereria dizer em relação à minha carreira como actriz, se seria possível conciliar tudo.



1. Neste momento estás presente na SIC Generalista, gostavas de continuar a fazer o CC na Sic Radical? Do que tinhas mais saudades?
Sinceramente, não. Não acho que faça sentido regressar para o CC. Tenho 33 anos e já não sou o target do programa apesar de ter muitos seguidores ainda da geração que vê Curto Circuito. Voltaria a fazer um programa no mesmo horário, com o mesmo ritmo e até talvez para o mesmo público, mas nos moldes em que existe hoje, acho que n\ao faz sentido. Mas tenho saudades, claro. De estar em directo todos os dias, de ter um programa diário no ar em que a responsabilidade do que acontece é também muito tua porque a equipa é pequena. Tenho saudades da liberdade dos canais de cabo.



1. Que «bagagem» é que o CC te deu para te tornares a apresentadora que és hoje?
A estaleca de estar em directo diariamente e ter de encher muitos tempos mortos! Acho que quem sai do Curto Circuito enche chouriços como ninguém. Deu-me ritmo sobretudo e a capacidade de encher momentos mortos com conteúdo arranjado no momento.



1. No Grande Tarde acabas-te por substituir a Andreia Rodrigues bem como a Rita Ferro Rodrigues no Juntos à Tarde. Esta missão foi concluída com sucesso?
Essa pergunta tem de ser feita a quem manda, não a mim. Pessoalmente e em relação ao meu trabalho, acho que sim. Diverti-me muito, preparei-me para cada programa como afinco e dedicação, e tentei entreter da melhor forma as pessoas que nos viam, tentando nunca perder o foco e o controlo do que estava a acontecer. Acho que correu bem. 



1. Como reagiste a este dois convites?
Fiquei muito feliz obviamente, não é todos os dias que recebes um telefonema com um desafio destes, no Daytime e na generalista. Fico grata pelo voto de confiança e espero ter mostrado que estou pronta para mais desafios. 



(Créditos: Nova Gente)


1. Também costumas fazer a cobertura dos festivais de verão na SIC Radical. Conta-me, como é dar a cara pelos festivais de verão e colaborar nestas reportagens?
É bom, eu gosto muito deste trabalho de terreno, com equipas mais pequenas e em circunstâncias que nem sempre são favoráveis ao trabalho. É desafiante porque temos muitos obstáculos e muitas condicionantes e apesar de tudo isso temos de fazer uma emissão cheia de conteúdo, informação e claro, tentando levar o espírito do festival até quem está em casa. É muito divertido mas muito mais cansativo do que se possa pensar.



1. O que gostas de fazer nos tempos livres? A Maria que está atrás das câmaras é a mesma pessoa que vemos na televisão?
Gosto de estar em casa a ver séries. Basicamente a minha vida resume-se a isso! Acho que sou muito próxima do que vêem na televisão, mas claro que todos nós temos algumas capas e algumas defesas quando estamos no ar, mas no geral sou bastante “parecida” com o que sou na televisão. Sou menos faladora, de resto mantém-se quase tudo.



1. Fala-nos agora sobre o teu futuro. Que projectos tens agendados?
Não tenho projetos agendas e pela primeira vez na vida isso não me está a assustar. Vou continuar na Passadeira Vermelha, a colaborar com o Online da SIC mas para além disso não tenho nada agendado. Estou a preparar um projecto meu que me está a dar algum gozo mas que ainda não tem data de lançamento.




1. Maria muito obrigado por esta entrevista e desejo o maior sucesso para a tua carreira.



(Créditos: ATelevisão)





'MAIS NOTÍCIAS' ENTREVISTA - Edição 2
Convidado: Maria Botelho Moniz
Entrevistador: Tiago Ferreira
Produção: Tiago Ferreira
Mais Notícias 2017

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pages