Açores irá enviar 19 mil árvores para reflorestar ilha da Madeira

Até ao final do ano, 19 mil árvores de diferentes espécies irão ser implantadas para rearborizar áreas florestais da Madeira devastadas pelos fogos ocorridos em 2016.


Através de uma nota de imprensa do executivo açoriano, a diretora regional dos Recursos Florestais, Anabela Isidoro, adiantou que entre as espécies estão carvalhos, nogueiras e liquidâmbares, que deverão chegar à Madeira, por via marítima, em novembro, "época correta para fazer plantações".

"É um gesto solidário, de cooperação. Queremos ajudar o nosso arquipélago vizinho a regenerar as áreas florestais que foram devastadas por incêndios", referiu Anabela Isidoro na mesma nota.

Hoje chega à ilha de São Miguel um técnico do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza da Madeira para uma visita que visa a troca de experiências e conhecimentos sobre técnicas e equipamentos utilizados nos Açores, por exemplo para a produção de plantas endémicas.

Esta deslocação, que termina na sexta-feira, surge no âmbito do protocolo de cooperação entre os governos regionais dos Açores e da Madeira estabelecido em fevereiro de 2016.

Os incêndios que atingiram a ilha da Madeira em agosto de 2016 afetaram sobretudo o concelho do Funchal, onde morreram três pessoas e onde os danos em imóveis e estruturas públicas foram avaliados em 61 milhões de euros. Cerca de 22% da área do concelho ardeu.


Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.